Outubro Rosa: campanha de prevenção ao câncer de mama

Iniciamos mais um mês “colorido” e este tem ações voltadas para a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama. Estamos no Outubro Rosa!

Quanto mais falarmos de questões de saúde pública, mais pessoas terão acesso a informações essenciais. Por isso, começamos uma série de conteúdos voltados para ajudar milhares de homens e mulheres, estas que são os principais alvos da doença.

No artigo de hoje, confira a história do Outubro Rosa, o motivo da escolha do mês e quais são os principais objetivos da causa. Boa leitura!

O que é o Outubro Rosa?

É um movimento internacional, cujo objetivo é conscientizar sobre a prevenção ao câncer de mama, alertar para a grande importância do diagnóstico precoce, ensinar os cuidados a serem realizados e, assim, reduzir a taxa de mortalidade que atinge mais de 50 mil brasileiros por ano.

Quando surgiu?

No início dos anos 1990, em Nova York, nos Estados Unidos, a Fundação Susan G. Komen for the Cure promoveu a primeira Corrida pela Cura, ação voltada para sobreviventes do câncer de mama. Nela, os organizadores entregaram um laço cor-de-rosa para os participantes da corrida e às pessoas que acompanhavam.

Naquela época, poucos estados estadunidenses falavam sobre o tema, principalmente com campanhas isoladas.

Porém, os movimentos ganharam força em 1997, quando as cidades de Lodi e Yuba criaram atividades destinadas à conscientização da importância do exame preventivo.

Por que outubro?

A escolha do décimo mês do ano aconteceu após a aprovação da campanha no Congresso Americano, que o definiu para representar esse momento de discussão e cuidado com a saúde mamária.

Qual a importância do rosa?

A cor escolhida remete o laço entregue na Corrida da Cura, citada anteriormente, que se tornou símbolo da luta e é usado até hoje.

E no Brasil?

Em terras brasileiras, o primeiro registro relacionado ao Outubro Rosa aconteceu em 2002, quando o monumento Obelisco no Parque Ibirapuera, em São Paulo, foi iluminado de rosa.

Após, outros importantes pontos turísticos começaram a aderir essa ação e movimentos sociais começaram a falar cada vez mais do assunto.

Quer continuar acompanhando a série?

Em breve, vamos trazer mais conteúdos sobre esse tema tão fundamental em nossa sociedade. Enquanto isso, siga conosco e descubra mais notícias do mundo da saúde clicando aqui.

Deixe uma resposta