Entenda o que é ostomia e saiba quando fazer esse procedimento?

imagem abdomen ostomizado

Estomia ou ostomia é o procedimento cirúrgico realizado para produzir um caminho alternativo de alguns órgãos com o meio exterior. Visando promover mais qualidade de vida aos pacientes, a estomia serve para eliminar fezes, urina e também para auxiliar na alimentação ou respiração, por exemplo.

O que é a estomia ou ostomia

Antes de mais nada, a estomia cria uma abertura de um órgão oco, a exemplo do tubo digestivo, ou outros de estrutura semelhante para manter uma comunicação com o meio externo, onde pode ser conectado um tubo de inspeção ou manutenção.

Como é realizado o procedimento

A construção dos estomas é feita com intervenção cirúrgica e estes podem ser de diferentes tamanhos, formas, localização e tipos. O que define o processo de criação do estoma é a patologia do paciente e o órgão a ser estomizado.

Ou seja, cada estoma é único e apresenta dinâmicas específicas. Ao escolher os dispositivos para a realização da estomia é necessário saber quais características terá o estoma, bem como o estilo de vida e biotipo do paciente.

Tipos de estomias

O tipo de estomia é definido pelo órgão ou víscera que será exposto: colostomia (cólon), ileostomia (íleo), gastrostomia (estômago), nefrostomia (rim), ureterostomia (ureter), vesicostomia (bexiga), cistostomia (bexiga com uso de cateter) ou traqueostomia (traqueia), entre outras.

Entenda o que é colostomia

Esta cirurgia consiste na abertura do cólon (localizado no intestino grosso) por meio da parede abdominal. O procedimento possibilita que a parte final do intestino grosso seja exteriorizada.

Assim, o procedimento desviará o trajeto do conteúdo fecal, que ao invés de sair pelo ânus, será expelido para uma bolsa coletora adaptada à pele. A cirurgia geralmente é realizada quando o paciente não consegue evacuar normalmente pelo ânus.

No entanto também poderá ser realizada em casos de: abertura anal bloqueada ou ausente; infecções graves e inflamação de pequenos sacos no cólon; doença inflamatória intestinal; lesão do cólon ou reto, entre outras.

As pessoas que passam por este procedimento podem voltar a sua rotina habitual, desde que sigam as orientações médicas, realizem a higienização adequada e a troca de bolsa.

O procedimento costuma ser temporário e após a melhora do quadro que levou a colostomia uma nova cirurgia é feita para reverter o procedimento.

Produtos para ostomia na Suturas Online

Em nossa loja virtual, disponibilizamos vários produtos utilizados para a manutenção da saúde de pacientes colostomizados. Confira agora mesmo e assegure o que há de melhor para seus pacientes.

Clique aqui e visite a Loja Suturas Online.

Deixe uma resposta